não

BRASÍLIA. Nova Série

BRASÍLIA. Nova Série é uma revista em linha, arbitrada por pares e em acesso aberto, do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de Coimbra, em articulação com a Rede de Professores de Literatura Brasileira em Portugal e o Centro de Literatura Portuguesa, e publicada pela Imprensa da Universidade de Coimbra. A revista herda o título de uma anterior publicação do IEB (13 números, entre 1942-1968, cujo arquivo será em breve disponibilizado online), e visa constituir-se como publicação de referência entre as que se dedicam ao estudo da literatura brasileira. A revista usa como línguas de trabalho o português e o inglês, desenvolvendo uma perspetiva cosmopolita e interdisciplinar, e organizando-se em números temáticos. 

BRASÍLIA. New Series is the online, peer reviewed and open access journal of the Brazilian Studies Institute of the University of Coimbra, in conjunction with the Brazilian Literature Teachers in Portugal Network and the Center for Portuguese Literature, and published by the Coimbra University Press. The journal inherits the title of a former publication of the IEB (from 1942 until 1968 it issued 13 volumes, which will soon be available online), and aims at becoming a reference journal among those which are devoted to the study of Brazilian literature. The publication’s work languages will be Portuguese and English. It will evolve within an interdisciplinar, cosmopolitan perspective, and it will be arranged in thematic volumes.

Notícias

 

Call for Papers: Vol. 1, n. 2 (Julhode 2017): Um mapeamento da literatura brasileira contemporânea

 
A periodização a considerar, neste quadro, não é uma produção indeterminada que decorre de um conceito vago ou abstrato de contemporâneo, mas aquela que surgiu depois da virada do milénio. Trata-se de um divisor de água mais prático do que fundamentado.  
Publicado: 2016-10-02 Mais...
 

Call for Papers: Vol. 1, n. 1 (Janeiro de 2017): O conceito de literatura brasileira

 
Entre as várias versões do nacionalismo literário brasileiro e a possibilidade de uma perspetiva cosmopolita, trata-se de saber, no limite, se necessitamos mesmo de um conceito de literatura brasileira e o que se joga na hipertrofia (teórica e política) dessa necessidade.  
Publicado: 2016-05-13 Mais...
 
Mais Notícias...