A épica mitológica de Quinto de Esmirna: continuidade, transformação e reescrita

  • Joaquim J. S. Pinheiro Universidade da Madeira CECH-Universidade de Coimbra

Resumo

O modelo homérico está muito presente no poema épico Posthomerica de Quinto de Esmirna, e, por isso mesmo, o poeta, durante o Renascimento, foi considerado homerikotatos. No entanto, a par da aemulatio, há vários elementos que denotam a intenção de transformar e reescrever alguns episódios mitológicos, numa construção poética que deixa transparecer características próprias da sua época. Nesse sentido, propomo-nos identificar e analisar alguns desses traços inventivos, seleccionando episódios suficientemente representativos da épica mitológica de Quinto de Esmirna.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-12-29
Como Citar
PINHEIRO, Joaquim J. S.. A épica mitológica de Quinto de Esmirna: continuidade, transformação e reescrita. Humanitas, [S.l.], v. 68, p. 191-203, dez. 2016. ISSN 2183-1718. Disponível em: <http://iduc.uc.pt/index.php/humanitas/article/view/2795>. Acesso em: 24 jun. 2017.
Secção
Artigos

Palavras-chave

Posthomerica, Quinto de Esmirna, épica, mitologia clássica