computação e síntese de projecto: modelos computacionias como instrumentos metodológicos no ensino de projecto

  • Bruno Figueiredo Escola de Arquitectura da Universidade do Minho

Resumo

O recurso a modelos computacionais como ferramentas de auxilio ao ensino de projecto é um assunto ainda pouco debatido e sem expressão nos currículos dos cursos de arquitectura em Portugal. Este artigo discute alguns tópicos que procuram clarificar a sua pertinência, nomeadamente, a metodologia que está inerente ao desenvolvimento de modelos computacionais no auxilio à geração de soluções de projecto, e ainda, por contribuírem para uma síntese de projecto.

Este artigo versa sobre a utilização de ferramentas digitais, em geral, e modelos computacionais em especifico, mostrando argumentos que se distanciam de ruptura metodológica e conceptual de processos de definição de projecto ditos tradicionais. Debate a possibilidade de transformação evolutiva desta mesma metodologia pelo aumento de recursos que se disponibilizam para o tratamento, organização e avaliação do conhecimento que os arquitectos têm sobre os princípios do projecto.

 

  • Resumo viewed = 6 times
  • Abstract em Inglês (English) viewed = 2 times
  • Imagens (English) viewed = 1 times
  • abstract pt (English) viewed = 2 times

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Figueiredo, Escola de Arquitectura da Universidade do Minho

Lecciona na Escola de Arquitectura da Universidade do Minho desde 2005, onde é Assistente desde 2009.

Arquitecto (FAUP, 2000), Mestrado em Cultura Arquitectónica Moderna e Contemporânea (FAUTL, 2008), desenvolve Doutoramento na EAUM e integra o projecto de I&D “Alberti Digital” (CES, Darq, FAUTL, IST, 2009-2012).

Publicado
2013-11-01
Como Citar
FIGUEIREDO, Bruno. computação e síntese de projecto: modelos computacionias como instrumentos metodológicos no ensino de projecto. Joelho. Revista de Cultura Arquitectónica, [S.l.], n. 4, nov. 2013. ISSN 1647-8681. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/joelho/article/view/1464>. Acesso em: 12 dez. 2017.
Secção
Articles Joelho 4

Palavras-chave

sistemas generativos de projecto; arquitectura digital; gramáticas da forma; modelos computacionais de projecto