Estórias Portugal-África: concepção de um espaço digital de partilha

  • Francisco Soares
  • Maria Teresa Cruz

Resumo

Um dos traços mais marcantes da cultura digital contemporânea é a constante partilha de memórias e experiências, vividas ou imaginadas. A presença ubíqua das redes sociais, associada a um desenvolvimento frenético do software e das aplicações que permitem captar e transmitir as mais variadas mensagens, alterou o modo como nos confrontamos com as imagens e narrativas que vão constituindo a memória cultural da nossa sociedade. Este artigo enquadra teoricamente e apresenta o projeto de investigação artística Estórias: Portugal-África que pretende responder a estes processos através da produção de um arquivo digital sobre experiências de entrosamento entre Portugal e África com raíz em histórias individuais, familiares e comunitárias, de migrações e cruzamentos culturais, provenientes da época colonial ou dos fenómenos pós-coloniais da miscigenação cultural e da afro-descendência. Neste texto, reflete-se em torno das dinâmicas transculturais possibilitadas pelos media, pelas redes de informação, pelas indústrias culturais e pelas artes contemporâneas mobilizadas por este projeto.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-10-11
Como Citar
SOARES, Francisco; CRUZ, Maria Teresa. Estórias Portugal-África: concepção de um espaço digital de partilha. Media & Jornalismo, [S.l.], v. 16, n. 29, p. 27-42, out. 2016. ISSN 2183-5462. Disponível em: <http://iduc.uc.pt/index.php/mj/article/view/3737>. Acesso em: 29 jun. 2017.

Palavras-chave

arquivo, arquivo digital, memória cultural, novos média, arqueologia dos média