Nacimento, vida e morte admiraveis do grande servo de Deos Gregorio Lopes, portuguez, natural da antiga Villa de Linhares: reler a estória de um homem do século XVI na História Moderna de Portugal

  • Lia F. A. Nunes University of Groningen; Universidade Nova de Lisboa – CHAM

Resumo

Este artigo procura averiguar os meandros da construção da narrativa portuguesa acerca da nacionalidade de Gregorio Lopez [c.1542-1596]. O  Venerável da Igreja Católica, primeiro anacoreta das Índias Ocidentais, fascinou diversos grupos por toda a Europa onde a sua Vida foi lida, traduzida e publicada. No caso específico de Portugal, é possível identificar dois momentos nessa leitura: a sua primeira edição em Lisboa em 1615 e a tradução para português em 1675. No rescaldo da chamada restauração da
independência do Reino, a defesa da identidade portuguesa de ‘Gregório  Lopes’ pode ser associada a uma conceção de nacionalidade mítico‑religiosa, que se baseou numa memória local. O que faz a estória de Gregorio Lopez na História de Portugal?

https://doi.org/10.14195/1645-2259_16_7

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-12-30
Como Citar
NUNES, Lia F. A.. Nacimento, vida e morte admiraveis do grande servo de Deos Gregorio Lopes, portuguez, natural da antiga Villa de Linhares: reler a estória de um homem do século XVI na História Moderna de Portugal. Revista de História da Sociedade e da Cultura, [S.l.], v. 16, p. 137-161, dez. 2016. ISSN 2183-8615. Disponível em: <http://iduc.uc.pt/index.php/rhsc/article/view/3968>. Acesso em: 28 maio 2017.
Secção
Artigos

Palavras-chave

Gregorio Lopez; naturalidade; Linhares da Beira; redes